diciembre 1, 2022

Morelos Habla

España en España es para cualquier persona que viva en España, visite España o cualquier persona interesada en las últimas noticias, eventos y deportes en España. Descubra más ahora.

Benfica topa emprestar Cebolinha e Flamengo negocia entrave I Bolavip Brasil

Flamenco

Os dois clubes teriam um entrave em relação a situação da negociação após o fim do empréstimo

Foto: Lucas Figueiredo / Flickr Oficial CBF - Cebolinha se puede acercar al Flamengo
Foto: Lucas Figueiredo / Flickr Oficial CBF – Cebolinha se puede acercar al Flamengo

Não é novidade para ninguém que um dos grandes focos do Flamenco, após fechar com o treinador Paulo Sousa, era a contratação de um atacante que atuasse pelos lados do campo. Essa busca foi intensificada, após o clube perder dois jogadores do elenco, que atuavam na posição: Kenedy e Michael.

Kenedy, pertence ao Chelsea, da Inglaterra, y os Blues solicitan una vuelta al jogador. Já Michael foi negociado por altos valores para o futebol árabe. Vale destacar que o Rubro-Negro Carioca já anunciou a chegada do atacante Marinho, que atende as characteres desejadas pelo treinador.

Porém, de acordo com informações apuradas pela equipe de reportagem da “Coluna del Fla”, o clube não deve parar em Marinho eo atacante dos sonhos, que seria Everton Cebolinha, ainda é um foco. Como especulações entre o Mais Querido eo clube português já duram há algum tempo.

Ainda de acuerdo con la publicación del portal “Coluna del Fla”, conforme a las informaciones divulgadas en primeira mão pela equipe de esportes da Jovem Pan, o Benfica, de Portugal, estaria disposto an emprestar o atacante Cebolinha, mas com uma cláusula de obrigação do compra, após emval os fixé.

Por sua vez, o Rubro-Negro Carioca aceitaria o empréstimo com valor fixado para a compra em definitivo, mas não topa aa cláusula de obrigação de compra. Agora, as negociações podem caminhar, pois a janela europeia fecha nesta segunda-feira (31).

READ  Manu admite que hay problemas tácticos en el sorteo del Inter: "más cerca de la derrota" | internacional