mayo 23, 2022

Morelos Habla

España en España es para cualquier persona que viva en España, visite España o cualquier persona interesada en las últimas noticias, eventos y deportes en España. Descubra más ahora.

Após feito histórico, Bia Haddad Maia fica com o vice-campeonato en el Abierto de Australia | tenis

Bia Haddad Maia ha recorrido su camino en la historia hasta la final del Abierto de Australia. Al lado de la caza que Anna Danilina, una brasileira alcançou um feito y tanto ao se tornar a la primeira brasileira finalista em Melbourne na Era Aberta. Porém o título não veio dessa vez. Mesmo com a forte presenca de brasileiros na arena, Bia acabou perdendo para as as atuais campeãs olímpicas e melhores do mundo, as tchecas Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova, por 2 sets a 1, parciais de 6/7, 6/4 e 6/ 4, en Rod Laver Arena.

Bia Haddad está en cuartos en el Abierto de Australia — Foto: Robert Prange / Getty Images

Todos los líderes del ranking, Krejcikova y Siniakova foram vice-campeãs do Australian Open no ano passado. Como tchecas conseguem o quarto título de Grand Slam. Antes, já foram campeãs en Roland Garros, en 2018 y 2021, en Wimbledon, en 2018.

Após a partida, Bia falou sobre una excelente campaña en el Abierto de Australia,

– Queria agradecer todo el mundo do Brasil que veio para cá. Eu não sou australiana, mas hoje aqui me senti em casa. Hoje foi um dia muito especial. Gostaria de agradecer a Anna por tudo que venho aprendendo com ela. Foram oito jogos de três sets, semper demos o máximo aqui. É claro que não foi o resultado que queríamos, mas fizemos o nosso melhor – destacou Bia, que se emocionou diversas veces no discurso de cerimônia.

Esse foi o primeiro confronto de Bia contra as tchecas no circuito profissional. Mas as três já haviam se encontró antes em uma final júnior de Grand Slam. Em 2013, Krejcikova y Siniakova levaram a melhor contra a brasileira ea equatoriana Domenica Gonzalez y ficaram com o título.

Ao lado de Bia, Danilina também tem feito história. Nascida na Rússia, mas naturalizada cazaque, a tenista é a primeira do country a chegar a uma final de Grand Slam. Aos 26 anos, tem se especializa nas disputas de duplas. Actualmente ocupa una 53ª posición sin ranking.

Anna Danilina y Bia Haddad foram campeãs de duplas do WTA 500 de Sydney — Foto: Reprodução / Instagram

Bia se volvió a la primera finalista brasileña del Abierto de Australia en la Era Aberta, que comenzó en 1968. Fue vicecampeón en 1965 sin un torneo individual. Em Grand Slams de forma general, o tabú no tenis femenino e menor: 54 años de la conquista de Maria Esther Bueno, em 1968, nas duplas no US Open.

Bia y Danilina viven en última fase. Foram campeãs do WTA 500 de Sydney y alcanzó cinco victorias en Melbourne.

READ  Bruno Guimarães asiste con dos goles, Newcastle vence a Leicester y respira en la Premier League inglesa